Todo sentimento
Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente
Preciso conduzir
Um tempo de te amar
Te amando devagar e urgentemente
Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente
Prefiro então partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente
Depois de te perder
Te encontro com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei
Como encantado ao lado seu
título ou autor:
Trecho da letra:
De quem:
Nacionalidade:
Com solo de piano?:
(Escolha aleatória)
Título - Compositor ou intérprete
Don´t tell me (Avril Lavigne)
It Wasn´t Me (Shaggy)
O xote das meninas (Luiz Gonzaga, Zé Dantas)
Cilada (Grupo Molejo)
Love is in the air (John Paul Young)
Acrilic on Canvas (Legião Urbana)
Fera Ferida (Roberto Carlos, Erasmo Carlos)
Cavalgada (Roberto Carlos, Erasmo Carlos)
Canto de ossanha (Baden Powell, Vinícius de Moraes)
A novidade (Paralamas)
Só hoje (Jota Quest)
Qualquer Coisa (Caetano Veloso)
This love (Maroom 5)
Foi por Esse Amor (Chiclete com banana)
Você não entende nada (Caetano Veloso)
Hello (Lionel Richie)
Primeiro amor (Grupo Águas)
À sombra de um Jatobá (Toquinho)
Punk da Periferia (Gilberto Gil)
Sem pecado e sem juízo (Pepeu Gomes, Baby do Brasil)