Piano bar com o pianista Elli Zen.

Andréa Doria
Às vezes parecia que, de tanto acreditar
Em tudo que achávamos tão certo,
Teríamos o mundo inteiro e até um pouco mais:
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços de vidro.

Mas percebo agora
Que o teu sorriso
Vem diferente,
Quase parecendo te ferir.

Não queria te ver assim
Quero a tua força como era antes.
O que tens é isso teu
E de nada vale fugir
E não sentir mais nada.

Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto,
Até chegar o dia em que tentamos ter demais,
Vendendo fácil o que não tinha preço.

Eu sei - é tudo sem sentido.
Quero ter alguém com quem conversar,
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim.

Nada mais vai me ferir.
É que eu já me acostumei
Com a estrada errada que segui
E com a minha própria lei.

Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais,
Como sei que tens também.
Trecho, título ou autor:
De quem:
Nacionalidade:
Com solo de piano?:
(Escolha aleatória)
Título - Compositor ou intérprete
O Barquinho (Roberto Menescal) (com solo de piano)
Como dois e dois (Caetano Veloso, Roberto Carlos) (com solo de piano)
Retirantes (Dorival Caymmi)
Mas que nada (Jorge Benjor) (com solo de piano)
Samba do Avião (Tom Jobim) (com solo de piano)
New York, New York (Frank Sinatra)
Você e eu (Carlos Lyra, Vinícius de Moraes) (com solo de piano)
Deusa do amor (Pepeu Gomes) (com solo de piano)
Você (Roberto Menescal) (com solo de piano)
A terceira Lâmina (Zé Ramalho)
Ebony eyes (Rick James)
Pétala (Djavan) (com solo de piano)
Se (Djavan)
Esquinas cruéis (João Alexandre, Grupo Milad) (com solo de piano)
Angra dos Reis (Legião Urbana)
Frisson (Tunai) (com solo de piano)
Shout (Tears for Fears)
Where Is The Love (Black Eyed Peas)
Último Pau de Arara (Luiz Gonzaga)
Candeias (Edu Lobo)