Drão
Drão!
O amor da gente
É como um grão
Uma semente de ilusão
Tem que morrer pra germinar
Plantar nalgum lugar
Ressuscitar no chão
Nossa semeadura
Quem poderá fazer
Aquele amor morrer
Nossa caminhadura
Dura caminhada
Pela noite escura...

Drão!
Não pense na separação
Não despedace o coração
O verdadeiro amor é vão
Estende-se infinito
Imenso monolito
Nossa arquitetura
Quem poderá fazer
Aquele amor morrer
Nossa caminhadura
Cama de tatame
Pela vida afora

Drão!
Os meninos são todos sãos
Os pecados são todos meus
Deus sabe a minha confissão
Não há o que perdoar
Por isso mesmo é que há de haver mais compaixão
Quem poderá fazer
Aquele amor morrer
Se o amor é como um grão
Morre, nasce trigo
Vive, morre pão
drão!
drão!
Trecho, título ou autor:
De quem:
Nacionalidade:
Com solo de piano?:
(Escolha aleatória)
Título - Compositor ou intérprete
Coisas do Brasil (Guilherme Arantes) (com solo de piano)
Águas de março (Tom Jobim) (com solo de piano)
Só hoje (Jota Quest)
Samurai (Djavan) (com solo de piano)
You´re Still The One (Shania Twain)
Frevo Mulher (Zé Ramalho)
O mestre sala dos Mares (João Bosco) (com solo de piano)
like a prayer (Madonna)
My cherie amour (Stevie Wonder) (com solo de piano)
Esquinas cruéis (João Alexandre, Grupo Milad) (com solo de piano)
Amigo do sol, amigo da lua (Benito di Paula) (com solo de piano)
Reza vela (O Rappa)
Sailing (n´sync)
Mas que nada (Jorge Benjor) (com solo de piano)
Nunca pare de sonhar (gonzaguinha)
Meu mundo e nada mais (Guilherme Arantes) (com solo de piano)
Passarim (Tom Jobim) (com solo de piano)
Yesterday (The Beatles) (com solo de piano)
Você e eu (Carlos Lyra, Vinícius de Moraes) (com solo de piano)
All by myself (Eric Carmen) (com solo de piano)